Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorOlivo, Vânia Maria Fighera
dc.creatorSilveira, Cássia Cilene Saldanha da
dc.date.accessioned2015-05-11T14:06:51Z
dc.date.available2015-05-11T14:06:51Z
dc.date.issued2014-03-17
dc.date.submitted2014
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/790
dc.descriptionArtigo (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências da Saúde, Curso de Especialização em Residência Multiprofissional Integrada em Saúde Mental no Sistema Público de Saúde, RS, 2014.por
dc.description.abstractThis study analyzes how workers of Atenção Básica em Saúde network experienced the context of a tragedy in the performance of their work activities, considering the imminent risk of suffering. Thereby, we sought to identify the existence or not of suffering through the organization of work, pointing the strategies built by workers to face this suffering. The study is characterized as exploratory-descriptive, with a qualitative approach. The data collection occurred from July to August 2013, through semi-structured interview, having as research subjects ten employees of different Estratégias de Saúde da Família (ESFs), being half of the sample consisted of higher education professionals and the others distributed between Nursing Technicians and Community Health Agents. The data was analyzed trough the Content Analysis method proposed by Bardin and the discussion had Psychodynamics of Work as a guideline. As a result three categories were listed: the suffering of the worker in a context of tragedy; the relation between the mode of organization of work and suffering; the defense strategies used to avoid illness. Based on the results, it was possible to find the existence of suffering in a situation that occurred in an abrupt and destabilizing way that favors the suffering, where workers are at risk of illness. Thus was realized the need for organizational support, with management actions and policies that can build favorable processes to worker health, aiming to contribute to the effort to overcome the difficulties encountered.eng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectTragédiapor
dc.subjectSofrimentopor
dc.subjectTrabalhadorpor
dc.subjectPsicodinâmica do trabalhopor
dc.titleO sofrimento de trabalhadores da atenção básica em um contexto de tragédia: estratégias desenvolvidas para evitar o adoecimentopor
dc.title.alternativeThe suffering of workers of basic care in a context of tragedy: strategies developed to avoid illnesseng
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Especializaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasil.por
dc.degree.specializationResidência Multiprofissional Integrada em Sistema Público de Saúdepor
dc.description.resumoEste estudo analisa como os trabalhadores da rede de Atenção Básica em Saúde vivenciaram o contexto de uma tragédia no desempenho de suas atividades laborais, considerando o risco iminente de sofrimento. Desse modo, buscou-se identificar a existência ou não de sofrimento mediante a organização do trabalho, apontando as estratégias construídas pelos trabalhadores para enfrentar esse sofrimento. O estudo configura-se como exploratório-descritivo, com abordagem qualitativa. A coleta de dados ocorreu nos meses de julho a agosto de 2013, por meio de entrevista semiestruturada, tendo como sujeitos da pesquisa dez trabalhadores de diferentes Estratégias de Saúde da Família (ESFs), sendo que metade da amostra foi constituída por profissionais de nível superior e os demais distribuídos entre Técnicos de Enfermagem e Agentes Comunitários de Saúde. Os dados foram analisados por meio do método da Análise de Conteúdo proposta por Bardin e a discussão teve como eixo norteador a Psicodinâmica do Trabalho. Em decorrência disso foram elencadas três categorias: o sofrimento do trabalhador em um contexto de tragédia; a relação entre o modo de organização do trabalho e o sofrimento; e estratégias de defesa utilizadas para evitar o adoecimento. Com base nos resultados, foi possível constatar a existência de sofrimento diante de uma situação ocorrida de forma abrupta e desestabilizadora que favorece o sofrimento, onde os trabalhadores encontram-se expostos aos riscos de adoecimento. Percebeu-se, assim, a necessidade de suporte organizacional, com ações e políticas de gestão que possam construir processos favoráveis à saúde do trabalhador, com o intuito de contribuir na busca da superação das dificuldades vividas.por
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências da Saúdepor


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples