Show simple item record

dc.contributor.advisorPozobon, Rejane de Oliveira
dc.creatorSaraiva, Francielly Callegaro
dc.date.accessioned2016-08-22T13:58:52Z
dc.date.available2016-08-22T13:58:52Z
dc.date.issued2014-12
dc.date.submitted2014
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufsm.br/handle/1/2060
dc.descriptionTrabalho de conclusão de curso (graduação) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Curso de Comunicação Social – Relações Públicas, RS, 2014.por
dc.description.abstractThis research is an analysis of the framings proposed by VEJA magazine to the candidate for the presidency of Brazil, Dilma Rousseff, in the first month of the electoral campaign in the years of 2010 and 2014. To do so, we utilize the concept of framing and journalistic framing. To verify the results, we have adopted the contente analysis method, prioritizing the qualitative aspect. We also presente a brief definition of electoral campaigns. Through the analysis, it was possible to identify a change in the framings that the magazine proposed. Firstly, in 2010, the candidate was characterized as a substitute to the ex-president Lula, with no personality, who was simply following his “commandments”. However, in 2014, the framings are directed at Dilma as being a strong women, sure of her decisions, and whom does not need support from her electoral campaigner anymore. She is also pictured as someone who has changed the future of Brazil. This new image, however, is framed with a lot of irony, whinch denotes criticismo and distrust on the part of the publishingeng
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Santa Mariapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEnquadramento da mídiapor
dc.subjectCampanhas eleitoraispor
dc.subjectAnálise de conteúdopor
dc.subjectRevista Vejapor
dc.subjectDilma Rousseffpor
dc.subjectMidia framingspor
dc.subjectElectoral campaignpor
dc.subjectContent analysispor
dc.subjectVeja Magazinepor
dc.titleEnquadramentos propostos por Veja no primeiro mês de campanha de Dilma Rousseff à Presidência da República: campanhas de 2010 e 2014por
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso de Graduaçãopor
dc.degree.localSanta Maria, RS, Brasilpor
dc.degree.graduationComunicação Social – Relações Públicaspor
dc.description.resumoEste pesquisa é uma análise dos enquadramentos propostos pela revista Veja para a candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff, no primeiro mês de campanha eleitoral nos anos de 2010 e 2014. Para nos utilizarmos o conceito de enquadramento e enquadramento jornalístico e para verificar os resultados adotamos o método de Análise de Conteúdo, priorizando o seu aspecto qualitativo. Também, apresentamos uma breve definição de campanhas eleitorais. Através da análise, foi possível identificar uma mudança no enquadramento que a revista propôs, em um primeiro momento, 2010, a então candidata era caracterizada como uma substituta ao ex-presidente Lula, sem personalidade e apenas seguido seus “ensinamentos”, já em 2014, o enquadramento é direcionado como Dilma sendo uma mulher de fibra, firme em suas decisões, que já não precisa mais do apoio de seu cabo eleitoral e que mudou o futuro do Brasil. Esta nova imagem, no entanto, é enquadrada com muita ironia, o que denota crítica e desconfianças por parte da publicação.por
dc.publisher.unidadeCentro de Ciências Sociais e Humanaspor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


O Manancial - Repositório Digital da UFSM utiliza a versão 4.1 do software DSpace.
Av. Roraima, 1000. Cidade Universitária "Prof. José Mariano da Rocha Filho".
Bairro Camobi. CEP: 97.105-900. Santa Maria, RS, Brasil.